Bagagem, Discos

Volta ao mundo com Tom Waits

Todos os grandes músicos precisam de um cartógrafo. Tom Waits, o trovador da América profunda, soturna, lírica e deprimida, encontrou o seu cartógrafo. Chama-se Jonas Nordstrom, é sueco e “die hard fan” do músico, compositor e poeta Tom Alan Waits, nascido a 7 de dezembro de 1949 em Pomona (Califórnia). O entusiasta cartógrafo sueco fez um mapa interativo com todos os locais da América e do mundo que são alvos de referência nas letras e músicas de Tom Waits. De Minneapolis a Los Angeles, de Paris a Singapura, de Helsinquia a Copenhaga, de Portugal a Cuba, a geografia lírica de Tom Waits não conhece fronteiras.
“In a Portuguese saloon / A fly is circling around the room” — é a referência de mosca de bar ao nosso país na música “The Part you Throw Away” do álbum “Blood Momey”. A extensa carreira discográfica de Tom Waits iniciou-se em 1973 com o lançamento do seu primeiro álbum de originais. Só mesmo Tom Waits para lançar um primeiro disco chamado “Closing Time”. Depois disso seguiram-se mais 21 álbuns de originais, explorando os mais variados géneros musicais e contribuindo com obras determinantes no novo cancioneiro americano.

Este mapa é uma oportunidade de dar a volta ao mundo na companhia da voz cavernosa e da poética de Tom Waits.

Artigos Relacionados